Planejando o quarto dos sonhos

família economizandoQuando pensamos em montar o quarto do bebê ou temos que refazer o quarto das crianças, é comum nos sentirmos sobrecarregados com a quantidade de ideias que encontramos e gastar muito dinheiro nessa tarefa pode se tornar uma realidade! É por isso que o planejamento e a definição de uma estimativa financeira são partes importantes do processo, pois as compras realizadas por impulso são as maiores vilãs que você poderá encontrar no percurso.

Para evitar frustrações assim, comece definindo a ocupação do ambiente com um bom projeto, ele será o norte das definições posteriores. Com a ideia central fechada, precifique numa planilha todos os itens de mobiliário, objetos decorativos, iluminação e mão de obra para execução. Assim, você poderá definir o que será necessário pechinchar ou remover definitivamente da listagem inicial. É fundamental ter esses itens anotados em um único lugar e sempre com você.

Durante o processo de montagem do ambiente acompanhe e identifique seus gastos, mesmo os pequenos valores, pois eles contam ao final.

a6zma8ahjjhm2r4vcul6v0qvyQuando for às compras  sempre tenha seu projeto e sua planilha impressos. Você pode comparar os preços anotados e quando encontrar algum item desejado, checar se o valor se encaixa no orçamento. Mantendo os itens dentro do que foi estimado significa que você não se arrependerá dos gastos, pois eles foram planejados e pensados no papel para se tornarem realidade para o seu ambiente ideal.

Segundo o consultor financeiro Alexandre Lignos da IGF Consultoria, em depoimento ao portal G1, “Para não estourar o orçamento com a chegada do bebê, os pais precisam cortar os gastos em algum lugar. Se juntar um pouco por mês, em seis meses o casal terá dinheiro para comprar as coisas à vista, o que torna possível conseguir desconto em muitos dos itens mais caros”. Com um objetivo determinado, sacrificar alguns gastos e reservar um pouco da renda mensal se torna mais vantajoso e sem arrependimentos futuros para a maioria das famílias, seja na chegada do bebê ou na transição de idades.

Se parece que esse planejamento tira toda a diversão do momento, deixe o Codecorar Petite mostrar para você que não! Conversaremos muito para definir o projeto ideal, quais serão os itens relevantes e de maior custo no ambiente e você terá as ferramentas necessárias para não se perder nos gastos com a execução de um quartinho dos sonhos! ; )

descritivo projeto

 

 

Decor básico, minimalista e moderno = Escandinavo!

Também conhecido como estilo nórdico (pois é característico dos países da região norte da Europa: Noruega, Dinamarca, Finlândia, Islândia e Suécia), podemos caracterizar o estilo escandinavo pela unidade, beleza, simplicidade, aconchego e a funcionalidade dos espaços.

Nesse estilo, os excessos são dispensados. Os móveis são compactos, o uso de materiais rústicos e naturais (como madeira clara e tecidos de algodão e linho) é constante e a preocupação com a claridade e o espaço livre é permanente. Outro ponto característico é a mistura de mobiliário vintage e clássicos com objetos modernos e contemporâneos, promovendo uma mistura única de peças novas com antigas e a presença do industrial em canos, materiais e iluminações despojadas. As cores predominantes são o branco, o cinza e o preto e os padrões gráficos são sempre simples e com apelo geométrico.

Agora você deve estar se perguntando: como é que isso se apresenta em quartos infantis? Pois bem, para esses ambientes ganharem vida, é comum a utilização de almofadas com estampas variadas e adesivos de parede coloridos. As prateleiras e estantes adicionam elementos de personalidade na decoração, expondo uma seleção cuidadosa de objetos em combinações de cores que podem durar por muito tempo. Muitas vezes, uma única peça central ou revestimento pode determinar o tema da decoração do quarto todo. Veja nossa galeria e encante-se por esse estilo!

 

 

 

 

 

 

 

 

Ponto de vista da criança como foco principal

Você reconhece um quarto montessoriano?

A filosofia de Maria de Montessori, médica e educadora italiana, pauta a decoração de muitos quartos infantis e está se popularizando. Os mesmos princípios do sistema de educação que ela fundou são encontrados nesses ambientes: respeito e incentivo à criança, liberdade de movimento, incentivo à tomada de decisão, oportunidades de aprendizado e ênfase em atividades sensoriais.

quartomontessoriano_codecorar (1)

No olhar montessoriano, o berço é um limitador de movimento e deve-se adotar um colchão (ou futon) próximo do chão, aparado por tapetes confortáveis e almofadas. O objetivo é que a criança não encontre barreiras ao explorar o cômodo. Cabe a nós, os adultos – arquitetos ou pais – a preocupação com tomadas, objetos pontiagudos e fáceis de engolir, escadas e vidros para tornar o ambiente o mais seguro.

quartomontessoriano_codecorar (2)

Para Maria, um ambiente rico sensorialmente e estimulante favorece o aprendizado da criança por meio de suas próprias experiências. Espelhos permitem que ela reconheça os movimentos do seu corpo e se perceba como figura distinta da mãe, os sons de instrumentos como violão, tambor ou flauta são uma boa pedida para o estímulo auditivo e a localização dos objetos decorativos em altura de boa visualização facilita sua interação com eles.

quartomontessoriano_codecorar (4)

A decoração montessoriana é mais minimalista para que a criança possa explorar tudo que tem no quarto, os móveis devem ser proporcionais ao seu tamanho e os livros e brinquedos devem ficar acessíveis. Ela entende que as crianças gostam mais de ser do que ter e sugere um rodízio entre os brinquedos e objetos acessíveis, tornando-os sempre interessantes para os pequenos.

quartomontessoriano_codecorar (3)

Portanto, nessa filosofia, cada escolha que fizermos dentro do ambiente deve dizer à criança: Você é livre, Você pode tentar e Você é tão importante quanto o adulto. Nesse endereço você encontra mais informações de como montar um quarto assim: http://larmontessori.com/2012/11/12/o-quarto-montessoriano/